domingo, 18 de outubro de 2009

Dupla Frustação Brasileira!


Barrichello Um grande Talento Desprovido de Sorte!

Dessa vez eu achava que ia dar certo e depois de ver a prova classificatória onde o Rubinho mostrou toda sua categoria e foi buscar a pole nos últimos minutos da classificação eu estava mesmo convencido que ele ia nos dar o prazer de ver um brasileiro ocupar o lugar principal do pódio de Interlagos depois de tanto tempo nesse domingo e ainda levar para a final a disputa pelo título de campeão da formula1.
Para ser campeão não é suficiente ter somente talento precisa-se também de muita sorte, foi assim no ano passado com o Felipe Massa que chegou até a comemorar o campeonato e com ele fomos juntos quando por um triz o Inglês, de novo inglês, Hamilton se tornou vitorioso.
Rubinho Barrichello precisa fazer uma promessa para afastar essa “uruca” no que diz respeito principalmente a Interlagos.
Basta vermos os últimos resultados: em 16 corridas desde 1993 ele abandonou 11 veses sem direito a bandeirada final, não é pouca “uruca não, é muita mesmo!

Não sei por que carga d’água eu estava convicto que a maldição iria acabar nesse domingo que apesar das previsões de chuva pelos institutos de metrologia, fez um sol de verão em São Paulo e eu no calor do meu otimismo não tirava os olhos da TV por nada nesse mundo.

Depois de uma largada tumultuada eu tive um mal pressentimento e quando o Rubinho fez aquela parada infeliz nos Box para o segundo jogo de pneus que deixou o seu carro mais lento eu confesso que comecei a perder minhas esperanças e quando aconteceu o que eu nunca tinha visto numa corrida de formula 1 desde que eu tenho acompanhado, um pneu furado, só faltava essa, ai eu disse prá mim mesmo”coitado é mesmo um desafortunado esse Barrichello.

Poxa Barrichello depois daquela pole que acendeu a esperança de um povo num sábado chuvoso, não só eu como todo brasileiro acreditávamos que essa seria a sua melhor oportunidade de todos os tempos em sua carreira,não fosse a sua tremenda falta de sorte.
Depois disso ainda temos que torcer pra você manter o seu lugar de sempre “o segundo” já que o mesmo está ameaçado e quem sabe você fica em terceiro?


A seleção sub 20 nadou, nadou e morreu na praia!

Outra decepção para o nosso país foi o fiasco que a seleção sub 20 aprontou no Egito depois de uma campanha promissora e chegar invicta na final.

Após um frustrante 90 minutos sem gols mesmo com um jogador a mais desde o primeiro tempo, a agonia da prorrogação sem alteração no resultado a seleção brasileiro deu um show de nervosismo e incompetência pra chegar ao gol e fez a seleção de Gana brilhar e garantir o resultado levando para disputa nos pênaltis onde os Africanos fizeram a festa após a falha dos nossos jogadores nas cobranças dos pênaltis e a seleção de Gana levantou o troféu pela primeira vez na sua história deixando os brasileiros aos prantos no gramado que alguns minutos atrás foi testemunho de tantos desperdícios.

O clima de já ganhou que estava no ar foi substituído pelo desespero desses jovens que se acharam superiores aos africanos, sem pra isso jogar o que deviam como fizeram em toda campanha e amargaram uma derrota e perderam a oportunidade de transformar o país do futebol em penta também na categoria de sub vinte.

Da próxima vez vamos tirar os brinquinhos e a maquiagem e não deixar que o salto alto atrapalhe chegar ao alvo principal: o gol, sem ele, vamos nadar, nadar e morrer na praia.
Aonde será a próxima parada?


Edigarde Rodrigues

domingo, 11 de outubro de 2009

Carioca não tem transporte, Apanha da Polícia e é Chamado de “Vagabundo” pelo Governador, Haja Humor!



Depois da euforia da indicação da cidade maravilhosa ser indicada para sediar as Olimpíadas de 2016 o Rio de janeiro volta a atrair a atenção nacional dessa vez pelo descaso das autoridades que leva o trabalhador carioca a situação de vítima à bandido em questão de horas.

Para quem não conhece o Rio de Janeiro como eu conheço, pode até pensar que o povo carioca vive sambando à noite e curtindo uma boa praia durante o dia e mais nada.
Está errado quem pensa que o Rio de Janeiro é só diversão, o carioca trabalha como todo brasileiro com a diferença que dificilmente perde seu humor, por habitar um pedaço do planeta privilegiado e ali viver um povo que mesmo com as adversidades da vida mantém o sorriso nos lábios, mas tudo tem limite.

A apresentação para convencer o Comitê Olímpico internacional de que a cidade estava apta para sediar o maior acontecimento esportivo mundial com certeza não foi mostrado o caos do transporte público carioca.
A frota de ônibus que circula no Rio de Janeiro além de precária é ultrapassada, quanto aos trens já faz tempo que não é remodelada e a manutenção deficiente.
O governo ao invés de chamar o trabalhador de “vagabundo” deveria se preocupar mais com o bem estar do mesmo que é esse povo que é o fiel da balança na economia e na geração de riqueza de um estado, de uma nação.

A companhia que administra os trens da Central do Brasil a “Supervia”alega sabotagem por parte da população para as panes nos trens, o governo joga a tropa de choque pra cima do povo, esquecendo que foi esse mesmo povo com sua euforia e muita simpatia que contribuiu para a conquista da cidade maravilhosa para sede das olimpíadas de 2016 e esse mesmo carioca com seu espírito que faz dessa cidade essa maravilha que o mundo conhece.
Esse vídeo mostra o tumulto criado pela Supervia ao fechar o acesso ao embarque na central do Brasil impedindo a população de voltar pra casa e ainda dizem que o povo causou baderna.
Por mais bem humorado que seja o povo carioca ninguém é de ferro e qualquer humor acaba quando querem nos impedir de ter direito ao descanso depois de um dia duro de trabalho.
Carioca é bem humorado, só não é palhaço.

video
Edigarde Rodrigues

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Um Presente para o Rio, um Orgulho para o Brasil: Olipíadas 2016!

Depois de três tentativas fracassadas, o Brasil a décima economia mundial após uma disputa de igual pra igual com países como Estados Unidos, Japão e Espanha finalmente ganhou a disputa para sediar as Olimpíadas de 2016 e o Rio de Janeiro será a sede desse evento que pela primeira vez acontecerá na América do Sul.
Foi uma vitória de um povo que tem sido destaque em todos os esportes e não foi sem tempo que o Comitê Internacional se curvou ao único país que é Penta Campeão Mundial de futebol, que tem se destacado no automobilismo, Tênis, Voleibol, basquetebol e tantas modalidades olímpicas que fez o mundo reconhecer que estava mais do que na hora do nosso país sediar um evento dessa envergadura como As Olimpíadas de 2016.
O Brasil vive um momento de grande euforia com relação a um futuro de grandes realizações: A descoberta do Pré sal que segundo os técnicos do governo nos próximos dez anos já é possível sentirmos os efeitos práticos dessa feliz descoberta.
A Vitória brasileira na disputa pra sediar as Olimpíadas veio mesmo à tempo e o Rio de Janeiro agradece já que o investimento por parte do governo para o projeto é de R$ 25,9 bilhões o que irá beneficiar essa cidade maravilhosa que é querida por todos nós brasileiros em obras de infra estruturas além de investimentos da iniciativa privada.

O Rio pode até ser o beneficiário direto dessa empreitada, mas o Brasil sai ganhando como um todo porque está passando por uma transição de país em desenvolvimento para um país desenvolvido e com o advento do pré sal, juntamente com o crescimento no compasso dos países também em desenvolvimento, ou seja, Índia, Rússia e China, não é demais imaginar que em pouco tempo passaremos para o principal do bloco dos países em ascensão.

Hoje somos a décima economia mundial, mas segundo a previsão do Banco Mundial até 2016 seremos a quinta o que coincidirá com o maior evento esportivo do mundo e com certeza o COI irá se curvar e premiar o nosso país com a medalha de Ouro por merecimento e luta de um povo que é indiscutivelmente batalhador sem perder a essência da sua hospitalidade.

Talento não falta a esse povo o que falta às vezes é a isenção de preconceitos dos países mais abonados que costumam nos tratar como se índios fôssemos, mas tudo isso está mudando até o dia que a Academia de Hollywood reconheça que além de sermos um mercado cada vez mais atraente para consumir sua produção cinematográfica, tem merecido uma atenção especial dos membros que continuam não querendo dar um lugar no Pódio do Premio mais cobiçado do cinema o “Oscar” de melhor filme estrangeiro.

Já somos o quinto maior mercado publicitário do mundo e ainda estamos crescendo, muitos já foram os prêmios conquistados por nossos profissionais da publicidade em vários países.

O Rio de Janeiro parou, foi decretado ponto facultativo e a cidade que adora festa ficou pequena pra tanta alegria que contagiou todo o país quando veio o anúncio tão esperado e todo o Brasil Vibrou!
Viva o Rio e viva o Brasil!


Edigarde Rodrigues