terça-feira, 12 de maio de 2009

A Tragédia no Norte e Nordeste Continua e a Indiferença Também!



As chuvas fortes continuam castigando o Norte e Nordeste do Brasil, mais de 1 milhão de pessoas foram afetadas em 357 cidades de 13 Estados e a tragédia passa quase despercebida pela grande maioria de brasileiros que por puro preconceito fazem de conta que essas regiões não fazem parte do nosso território.
Um povo tão sacrificado pelo o descaso dos próprios políticos que lá vão buscar o seu sustento, ou seja, seus votos, o que possibilita desfrutar das mordomias do poder que os cargos proporcionam e pelas secas que sempre fizeram parte do cenário triste e que tira as perspectivas desse trabalhador de se manter em suas terras para ir em busca de melhores dias no sul e sudeste do país, contribuindo para o aumento de favelas que se espalham nessas regiões e devido ao despreparo só lhes restam a indiferença dos seus irmãos ricos que só usam suas mãos de obras e nada mais fazem para a melhoria dos mesmos como ser humano, negando-lhes a oportunidade de ter uma vida decente.


O governo por sua vez, pouco tem feito devido a burocracia para a liberação dos recursos para que cheguem a tempo de amenizar a dor dos nossos irmãos que sempre sofreram, antes pela seca, e agora por excesso de chuvas que caem desde inicio do mês de abril.
Pra se ter uma idéia dessa lentidão burocrática ,os recursos destinados a reconstrução dos estados envolvidos nas chuvas do ano passado só agora foram liberados.

O que me deixa estarrecido e triste é o pouco caso do povo, da imprensa e do governo numa orquestração de “pouco importa porque não é comigo”.só um pensamento desse tipo pra justificar tais atitudes de indiferença.

No caso de Santa Catarina varias emissoras se movimentaram deslocando até os seus principais âncoras e apresentadores para o local num verdadeiro show de competência das emissoras numa disputa de audiência, levando com isso a população a comoção e por sua vez a contribuição que o povo catarinense precisava.

Dessa vez com o povo sofrido do Norte e Nordeste, a Rede Globo a maior do país e quarta do mundo começou no ultimo fim de semana uma tímida campanha em parceria com o SESI para angariar fundos de ajuda aos desabrigados e castigados pelas enchentes, mas sem muita ênfase, ou seja, só para dá uma satisfação a opinião publica.


Os estados mais atingidos pelas chuvas são Ceará, Maranhão e Piauí nas três localidades mais de 513 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas em 184 municípios, com tudo isso esses estados do nordeste foram os que menos receberam dinheiro do governo federal dentro do programa “prevenção e preparação para emergências e desastres”, um total de R$ 757,00 para o Ceará e o Piauí. O Maranhão, no entanto, não recebeu nenhuma parcela deste montante.


São 259.355 pessoas no Ceará atingidas pelas enchentes, enxurradas e desabamentos - destes, 54.913 estão desabrigados ou desalojados.

Em apenas um dia o número de pessoas afetadas pelas enchentes no Maranhão subiu de 196 mil para quase 205 mil. De acordo com a Defesa Civil do estado, dos 217 municípios, 78 decretaram situação de emergência. São, no Estado, 44.063 desalojados e 30.200 desabrigados.

Na Bahia, são 5.436 desalojados e 2.188 desabrigados. No Piauí e no Rio Grande do Norte, a chuva afetou a vida de 78.52 e 45.308 pessoas, respectivamente. e, na Paraíba, são 5.402 desalojados e 1.488 desabrigados.), Pernambuco (9), Sergipe (7) e Alagoas (3).
O presidente Lula no seu programa de Rádio semanal, “Café com o Presidente” declarou que encaminhará ao congresso uma medida provisória que tem por finalidade liberar recursos para socorrer todos estados atingidos pelas chuvas.
Numa prévia dos governos estaduais que tiveram um encontro com os ministros Geddel Vieira da Integração Nacional e Marcio Fortes das Cidades. os danos na ordem de 1 Bilhão, mas para se ter uma idéia exata dos danos só depois que as águas baixarem.

Até o momento os estados mais atingidos pelas cheias receberam menos de 1%
Dos recursos de prevenção de desastres.

Espero que as medidas para liberação dessas verbas não demorem como as verbas do ano passado porque o povo tem pressa para recomeçar.




Edigarde Rodrigues

Um comentário:

Maria Ap. da Silva disse...

Boa noite Edigarde!
Concordo plenamente com vc em tudo que diz, quando as enchentes eram em Santa Catarina todos os canais de tv noticiava direto agora com o Nordeste falam muito pouco, será que o Nordeste não pertence ao Brasil?
Isso é um absurdo.
Um forte abraço

Maria Aparecida