sexta-feira, 20 de março de 2009

E Aí Diretoria...?


Diante de uma onda de “denuncias” conforme se queixou o senador Tião Viana (PT-AC), aquele que emprestou o celular pago pelo senado pra filha em viagem para o México, o Senado federal agora sob a presidência do ex-presidente da República José Sarney,tomou uma atitude inédita e sob uma forte pressão popular demitiu 50 dos, pasmem, 181 diretores que administravam o senado federal.
Pra se ter uma idéia tem até diretor de garagem, ou seja, tem muito mais diretor do que escola de samba em dia de desfile com aquelas camisetas que segundo o Boni, já até pediu pra sua escola substituir, ou aqueles com elegantes terninhos.
Só que enquanto na escola de samba a sua grande maioria está ali voluntariamente suando o coração, no senado os proventos são equivalentes a executivos de multinacionais.
Com salários que variam entre 16 mil a 30 mil reais além de uma lista enorme de privilégios como veículo e combustíveis por conta da casa, moradia e outras mordomias, deixa o povo brasileiro, eu digo brasileiro todos somos, mas eu quero falar daqueles que ao contrário do que diz o Pedro Bial em relação aos BBB chamando-lhes de heróis, esses batalhadores são heróis de verdade porque conseguem Deus sabe como, levar o sustento pra sua família com salários que na sua grande maioria variam de um mínimo a três e ainda manter o seu sorriso enquanto a vida lhes bate e não é por masoquismo e sim por natureza e simplicidade de um povo que o mundo admira por sua alegria apesar de tudo.
O mais difícil está por vim daqui pra frente.
O maior dilema agora vai ser a coragem dos senadores de demitirem o restante da gordura, ou seja, dos diretores que são os indicados por seus pares e são comissionados ao invés de funcionários públicos.
O diretor geral já se antecipou e tirou o dele da reta e disse que não pode demitir ninguém.
Resta saber quem será o carrasco ou os carrascos?
Pra não ficar em maus lençóis, a Mesa Diretora do Senado optou por chamar a Fundação Getulio Vargas para fazer uma auditoria e apontar onde será a faxina.
Nesta sexta-feira 20/03 foram “sacrificados” os primeiros 50 diretores incluindo o diretor de garagem e o diretor de coordenação aeroportuária responsável por assessorar os senadores no Aeroporto Internacional de Brasília, nos embarques e desembarques.O Diretor desse departamento trabalhava fisicamente no aeroporto auxiliando os parlamentares em seus chek-ins, é mole?
Vamos ver quais dos nossos 131 “heróis” vão sobreviver a esse balançar do abacateiro onde poucos ficarão agarrados, ainda mais porque o Presidente José Sarney tem ameaçado arrumar a casa. Será?

Edigarde Rodrigues

2 comentários:

Discoteca Mundial disse...

Gostei muito deste seu relato . Agora quanto a arrumar a casa ? Você deve estar brincando né porque o Sarney é realmente uma sarna ! Esse fio da gota serena é bom de beiço e vem mamando a quantos anos ? Arrumar eu posso garantir que só a casa dele !Será quando que nosso povo vai deixar de confundir festa , carnaval e cerveja e entrar congresso a dentro para colocar a casa arruamada ? Chame alguém pra isso ? Chame pra andar 10 kilometros e no final assistir a um show da Madonna que todo mundo comparece ! Esses cabras só se arrumam porque nosso povo é muito otário .

Johnny disse...

Edigarde, quando eu leio uma noticia como essa relativa a política de nosso país, eu sinto uma sensação de que seria cómico se não fosse trágico, Mas essa é a realidade brasileira! Enquanto muitos lutam pelo direito de trabalho e com muito esforço e criatividade fazem um trabalho dígno. A política simplesmente nos envergonha cada vez mais aqui na nossa querida terrinha. Bem O que posso comentar mais? Acho que cada um colhe o que planta, e graça a Deus o nosso dinheiro é honesto e não provem de nenhuma maracutaia e apesar de todo o nosso esforço até a presente data ainda não fomos indicados para um cargo público e felizmente podemos durmir com a conciência tranquila! Parabéns pelo seu comentário. Muito sucesso meu caro amigo!!