terça-feira, 19 de agosto de 2008

Êta Medalhinha Cara, Cara!


Êta Medalhinha Cara!
Até que enfim depois de 12 dias de olimpíadas temos um herói desfilando em carro aberto pelas ruas de São paulo, chama-se César Cielo que ganhou uma medalha nos 100 metros livres da natação.
Não que eu seja derrotista e queira tirar o brilho da passeata , mas vamos ser sinceros, é muito pouco para um país que levou 278 atletas fora os cartolas, técnicos e os credenciados pelo o comitê olímpico brasileiro e até esse momento que escrevo essas mal traçadas linhas são apenas 6 medalhinhas, uma de ouro do filho de Santa Bárbara do Oeste o nosso herói César Cielo e as demais de bronze que eu esqueci os nomes dos ganhadores, " são tão importantes que eu esqueci"
Na manhã dessa terça -feira foi um chorôrô coletivo e mais uma decepção se não foi a maior da olimpíada.
A derrota melancólica da nossa seleção olímpica para nostros Hermanos argentinos, não podia ser pior, logo pra eles que trocaram o tango triste por uma batucada desde do estádio dos trabalhadores na China.
Os nossos jogadores que na sua grande maioria jogam na europa aproveitaram e tiraram umas férias e pagaram um mico que quando jogam nos seus clubes dificilmente acontece porque lá eles dão tudo de si e quando jogam pela a seleção usam as suas sapatilhas de show e com maquilagem se mascaram.
Nas copas de 58, 62 e 70 quantos jogavam em times europeus?
Ao que me consta não tinha nenhum dos nossos verdadeiros heróis e fizeram sempre bonito. Hoje temos um time de mercenários que não honram a camisa como deveriam.
Agora voltando a medalha de ouro, parabéns César Cielo, mas que medalhinha cara hein?
Vocês já pensaram quantas casas populares daria pra construir se levarmos em conta o que o Brasil gastou nessa olimpíada?
Êta medalhinha cara, cara!

Um comentário:

Junior disse...

Olá Edigarde...

è sempre um prazer prestigiar, o seu blog e c/ certeza meu caro, essas olimpíadas temos que reconhecer fraco desenpesnho de nossos atletas.. que são na sua grande parte badalados pelo mundo e não tão reconhecidos entre nós brasileiro.. é preciso mudança de atitude.. e passarmos a insentivar nossas crianças a praticar esportes e obter planejamento para eventos desse porte o q faltou a nossos atletas foi de parte psicolgógica num geral desde o início no ensino fundamental.. aulas teoricas e´práticas.. p/ que no futuro possamos desfrutar do talento e capacidade.. de nossa juventude apoio cultural e insentivo de nossas cianças seriam uma bela forma de se começar ah.. lembrando tbm.. q ainda infelizmente não estamos em condições de sediar nada enquanto não tiver educação saúde.. e respeito pelo próximo... deixo aqui meu abraço forte a vc nobre colega uma Boa sorte em sua jornada profissional.. e pessoal..

Altair Junior
Ex- aluno RTV Uniban..